quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Ontem

Ensaio aberto é uma beleza! A gente erra, toca o repertório duas vezes e tem gente que ainda pede pra tocar a terceira! Tocamos displicentemente, como deveria ser, rindo de nós mesmos, descobrindo finais inesperados para as nossas músicas,vendo que algumas colam de imediato na cabeça do pessoal e que outras requerem mais cuidados.

Nesse primeiro dia, senti falta de mais participações especiais, apenas o Paulo de Tharso se aventurou num microfone que não fazia juz à voz dele. Tocamos Clap Hands e improvisamos um outro som que acho que era The Doors.

Participação especial mesmo foi da Fabiana Vajman, fazendo uma coreografia insana enquanto tocávamos Tô Cansada.
Engraçado, depois de escrever a frase acima, fui buscar o link dela para colocar aqui no blog e li o post que ela escreveu hoje. Perfeito! Como fui tão tapado? Aquilo não era coreografia e, muito menos, era insano... não era dança, era um ritual, era religioso, era provação, fé, crença e sei lá o que mais.

E que nas próximas terças mais e mais pessoas descarregem os diabos e recarreguem a alma em meio a nossa bagunça.

Vi o Dany Boy fazendo várias fotos e filmes, quando os tiver, coloco os links aqui.

E um abraço pra galera das motos! Os caras são gente fina e animaram pra caralho! Próxima terça estamos aí!

Um comentário:

fabiana vajman disse...

Puxa, cara, brigada! Foi duca mesmo, o show tava do caralho, todo mundo tem que ver isso.
Beijo!